segunda-feira, 1 de abril de 2013

Desilusão...

Não gosto que me venham por pena e implorar por nada. Não gosto. Não me dá mesmo prazer nenhum, ainda para mais quando é de alguém por quem sinto estima.
A verdade é que detesto que me peçam algo que não posso dar.
E hoje, juntou-se mais uma desilusão a outras que têm vindo a surgir.

Pergunto-me tantas vezes, para quê sonhar? Onde me levam estes sonhos senão para um poço sem fundo? Uma tristeza desoladora me acompanha estes dias, e tudo o que eu queria era uma notícia, uma mensagem, mesmo que nela estivesse escrito tudo o que não queria ter de ler, mas ainda assim seria melhor que o silêncio absoluto, ou será desprezo?!

Sem comentários:

Enviar um comentário