domingo, 11 de janeiro de 2015

Cocktail

Estou a passar por um cocktail de tudo o que é ruim... Esta semana fui derrubada por mais do que consegui suportar.
Além de muito peso a mais... De não me conseguir olhar ao espelho... Um desalento sem fim, uma tristeza profunda, uma inactividade assustadora, uma solidão avassaladora! De um momento para o outro a vida de toda a gente continua e se desenrola e eu sinto-me à beira de um abismo, no limite de todas as minhas forças, de toda a minha resistência...
Se eu me sentisse bem, com tudo o que tenho agora, se não questionasse mais nada, tinha tudo, todas as razões para ser e estar feliz.
Mas eu interpreto sinais e penso demais! Tiro conclusões que muitas vezes estão certas, e esmiuçadas elas confirmam-se como certas e destruidoras. Vou perder tudo... Sei que só está à espera de acontecer...
Fim de semana atacada por lágrimas que caem de 5 em 5 minutos... Não querer estar em lado nenhum, com ninguém... Não ter notícias de quem amas, e não saber se é porque está morto, se é porque fizeste algo de mal e nem sabes... Seres ignorada, rejeitada, não fazeres parte da vida dele como ele faz da tua. E no entanto, nunca lhe pedi para reentrar na minha vida, para cá estar estes meses todos. Não pedi para sofrer mais agora, nem sentir-me mais só agora, do que antes de ele reaparecer,,,
Mas ele é só uma pequena gota num oceano de problemas ou de maus sentimentos... 
Não sei qual o primeiro passo a dar para começar a escalar este poço onde caí!

Sinto falta das minhas amigas e da sua disponibilidade. Sinto a minha falta, falta da minha alegria, falta da minha boa disposição.

Sem comentários:

Enviar um comentário