quarta-feira, 11 de março de 2015

Diferente...

Indiferente para o trabalho, faço as minhas horas, não me peçam mais! Não me digam que tenho de colaborar, não me peçam para trabalhar por amor à camisola, isso não acontece! Não me façam sentir remorsos por querer gozar as minhas folgas em casa, por não querer atender chamadas do local de trabalho... Provavelmente aos fins-de-semana vou desligar o telemóvel, verdade é que ele não toca! E assim não sou incomodada, sem remorsos...

Diferente porque ao acordar vejo diferenças em mim, ligeiras, mas persistentes! E eu volto à balança em jejum, e o peso permanece exactamente igual! Oxalá isso seja bom sinal!

Amanhã consulto novo nutricionista, nova pesagem, nova balança! Desta vez não será em jejum, mas dos males o menor!

Sem comentários:

Enviar um comentário